3 segredos incríveis para aprender a tocar meu instrumento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Muitas pessoas que têm interesse em aprender um instrumento ficam frustradas mesmo antes de começar a ter aulas, pois acreditam que é preciso muitos anos para se tornar um músico de alta performance e que isso dará muito trabalho. Isso pode ser em partes verdade, pois um instrumento exige de fato momentos regulares de dedicação e para se tornar um músico excepcional, toda experiência conta.

Tempo empregado e qualidade

Contudo, é importante ressaltar que o tempo dedicado faz um bom músico, mas a qualidade, ou seja, o modo como você aproveita este espaço faz toda a diferença. Qualidade versus quantidade… assim como em outras profissões e atividades.

instrumento

Além disso, a continuidade também faz a diferença: é muito melhor uma hora bem aproveitada a cada dia ou a cada semana do que muitas horas de treino e estudo espalhadas no mês, sem continuidade. Como todo estudante, aquele que quer aprender um instrumento deve programar as suas horas de dedicação, criar um cronograma de estudos e de fato colocá-lo em prática. Quando você passa a estudar pela internet, é o planejamento que faz você superar desafios e aproveitar melhor o seu tempo disponível, por exemplo.

Há pessoas que conseguem aprender um instrumento do zero com apenas uma hora por dia e em dias intercalados. Outros preferem fazer pausas maiores. E outras pessoas ainda se dedicam a praticar quatro horas interruptamente todos os dias. Seja realista: qual o tempo que tem disponível para os seus estudos na semana?

instrumento

O tempo que uma pessoa leva para aprender um instrumento é também relativo ao quão desafiador isso é para cada pessoa e o tipo de instrumento que pretende abordar. Há quem já tenha uma predisposição por instrumentos de corda, outras pessoas são mais assertivas com instrumentos de sopro. Para outras pessoas, os instrumentos com teclas são os mais acessíveis e fáceis para começar. É preciso avaliar o tipo de instrumento que você quer tocar e o grau de dificuldade a partir do que você já sabe.

Como escolher o seu instrumento musical

Pesquise diferentes instrumentos antes de se comprometer a um. Pegue um instrumento e sinta a sua forma e a sua sonoridade – pode ser na casa de alguém que você conhece ou em uma loja de instrumentos. Faça isso antes de optar pelo ideal e antes de comprar.

Você sabia que um dos instrumentos mais populares para quem quer começar a tocar um instrumento é o piano ou o teclado? É indicado para crianças, adultos e idosos em qualquer nível de conhecimento. É bastante comum, pois você consegue ver as notas musicais na sua frente, o que ajuda muito na assimilação e na aquisição de conhecimentos sobre música. Contudo, no Brasil há ainda a preferência por outros instrumentos, como guitarra, violão, contrabaixo, cavaquinho, etc.

instrumento bateria

Uma forma de saber que tipo de instrumento é o melhor para você é se perguntar que tipo de gênero musical gostaria de tocar inicialmente – alguns instrumentos são mais básicos e outros nem tanto – estes são mais comumente usados em determinados estilos e objetivos. Dificilmente você tocará oboé tocando samba raiz – não que não se possa ousar.  Mais uma vez o piano, ou o teclado, se torna um coringa, pois abrange diferentes necessidades musicais. O seu objetivo é um dia tocar em orquestra? Ou seria apenas um hobbie? Tenha uma intenção definida! Há literalmente de instrumentos para você aprender, com diferentes professores e técnicas disponíveis. Basta que você direcione melhor os seus interesses.

Técnicas e dicas

A internet trouxe muitas facilidades para quem quer aprender um instrumento musical. Se antes era difícil achar em sua região uma escola de música eficiente ou até mesmo instrumentos adequados, hoje pode-se estudar sem sair de casa, com metodologia e didática assertivas. Você pode ou não aprender notação musical ou estudar por códigos mais assertivos. É importante que nas suas aulas e ensaios você aprenda desde a segurar adequadamente um instrumento ou adequar o seu corpo a ele até um pouco de teoria musical – por mais que isso pareça uma língua de outro mundo inicialmente. Com o tempo, você irá adquirindo um estilo próprio e aprenderá que música é muito mais que notas e sim uma paixão sem igual.

Postagens Relacionadas