Como descobrir se um músico que não lê partitura é um profissional

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Partitura – Saber ler uma partitura definirá você um bom músico? Esta é uma questão polêmica dentro do mundo da música. Há milhares de músicos excelentes que jamais utilizaram a partitura, bem como há aqueles que apenas tocam com este recurso. O que a partitura pode fazer pelos seus estudos, afinal? Confira agora um pouco mais desta discussão.

Músicos que não leem partitura

Há muitos músicos talentosos que não sabem ler partitura e nem por isso não conseguiram adotar formas paralelas de fazer música sem conhecer a notação musical. Isso vai de cada um. É claro que ler partitura é importante, ainda mais se você se embrenhar por pelo estudo da teoria musical, por exemplo.

partitura

A partitura é uma linguagem que não surgiu da noite para o dia e que tem se desenvolvido ao longo de milhares de anos. As partituras que temos hoje já datam mais de 300 anos. A notação musical é a representação gráfica de sons com símbolos, desde a notação básica para tom, duração e tempo, às mais avançadas descrições de expressão, timbre e inclusive efeitos especiais.

Nada o impede de você ser um músico espetacular sem saber partitura – inclusive há muitos métodos bastante interessantes de notação musical sem ser a partitura clássica. Aprender a tocar sem partitura é possível, mas é interessante dizer que muitas pessoas se identificam com a partitura e querem complementar os seus conhecimentos com uma linguagem mais avançada. Vai de cada um.

partitura

O ensino de partitura exigirá do aprendiz um pouco mais de paciência, tempo e dedicação. Se você acredita que isso não é para você, não precisa privar-se se seus estudos, pois isso não o impedirá de tocar um instrumento e nem por isso deixará de ser um profissional.

Vantagens de ler a partitura

Músicos com formação acadêmica geralmente se dedicam ao estudo da notação musical. E mesmo assim, bem como um músico que não toca por partitura, serão exigidos em sua profissão o talento e a dedicação, essenciais na formação deste profissional. Antes de saber ler a partitura, é preciso ter paixão pelo que faz, um bom ouvido, habilidade manual, ser perfeccionista, gostar de pesquisar e trabalhar em equipe, e ter disposição para estudar e praticar incansavelmente.

partitura

Uma carreira de músico não se faz pelo diploma, mesmo que isso seja um diferencial em alguns casos. Se ler a partitura é um dos seus objetivos, poderá aprender com professores especializados, em escolas ou aulas particulares, universidade, cursar um conservatório, etc. No meio acadêmico e de carreira a notação musical tem sentido, já que padroniza a música e a forma de fazê-la, ainda mais quando envolve outras pessoas, tal como numa orquestra, por exemplo.

Para se ter uma ideia, o que seria dos músicos populares, que em geral não sabem ler partituras se dependessem disso para fazer a sua arte? Contudo, a partitura se torna indispensável se o seu objetivo é se tornar um arranjador, regente, solista e músico de orquestras sinfônicas, de jazz ou bandas militares, por exemplo, conforme o Guia Megazine de Profissões.

O mesmo vale dizer para aqueles que querem atuar em grupos de vários estilos, corais, como diretor musical, preparador vocal, produtor musical, compondo ou selecionando trilhas sonoras para filmes e programas de TV e, ainda, compondo jingles publicitários.

Se em um primeiro momento você primeiramente pretende apenas entender e se identificar com o instrumento, poderá utilizar um método alternativo de aprendizagem e notação musical, sem precisar investir tempo no aprendizado da partitura. Mas se você almeja seguir uma carreira acadêmica ou direcionada, a partitura será imprescindível. No entanto, o sucesso não é oriundo do fato de você ler ou não partitura, mas do talento e dedicação que você está disposto a empenhar!

Postagens Relacionadas